5

Basta ligar a TV em um dos canais abertos nos quais a Igreja Mundial do Poder de Deus possui espaço e constataremos o ocorrido. os moradores de São Paulo podem ver ao vivo e em cores esta situação no Brás - de um "templo" fechado. Mas analisando bem a situação, existe o lado bom da coisa. Ao fechar, interditar a Igreja Mundial, os oficiais da prefeitura paulistana ajudam até mesmo a própria denominação e seus ministros, já que é uma ação visando não perseguir religião, mas tão somente prover segurança aos cidadãos que utilizam o espaço físico para as reuniões serem realizadas. É melhor fechar provisoriamente um templo, e, em seguida, o reformar, dando segurança aos frequentadores e membros, do que mante-lo aberto, e, em seguida, estar sujeito a ocorrer danos irreversíveis, como desabamento seguido de feridos e mortes, algo que se ocorrer, aí sim, vai haver problema de verdade. Ao ter o templo interditado, Valdemiro realizou um culto no Canindé, estádio da Associação Portuguesa de Desportos, clube carinhosamente chamado de Lusa, lá mesmo em São Paulo. Neste culto, Valdemiro expôs que até mesmo equipes do trânsito da marginal Tietê o perseguiram, inclusive o ameaçando de prisão. Citou políticos também, mantendo a ética sem enunciar nomes , vulgos ou partidos. Eu não moro em São Paulo, fico triste com a situação, até porque sei que para os cristãos tudo é mais dificil. A situação de fato requer aceitação por parte dos líderes da Mundial, mas requer também senso por parte de cristãos de diferentes denominações. E se fosse o templo onde você congrega que fosse fechado? Bem, não estou defendendo A ou B, apenas quero dizer que foi bom para as duas partes. ganha a prefeitura, que protege os cidadãos de riscos (e existem antecedentes, lembram da Renascer e do desabamento do teto?), e ganha a Igreja Mundial, que agora poderá reparar seu templo e após continuar a pregar o Evangelho. No entanto, tenho colocações a serem feitas. Por que certos templos, terreiros, barracões religiosos que não apresentam mínima condição de higiene para a realização de rituais não são interdidatos? Por que a fiscalização não faz o mesmo serviço em locais onde seres humanos são obrigados a beberem e comerem alimentos podres, e mesmo sangue de animais para deste modo realizarem rituais religiosos? Se a Lei serve para um, deveria servir para todos.

3

Muitas pessoas têm professado serem cristãos nos nossos dias, mas com uma postura muito distorcida em relação ao significado da fé.
Também, muitos falsos pastores, doutrinadores e pseudo- avivalistas têm procurado enganar o povo gospel, pelo misticismo vil.
A verdade da Palavra de Deus tem sido pervertida pela mitologia, citando heresias ocultas em meias-verdades, ocasionando um cristianismo de aparência que não traz a real percepção de Deus.
Essa teologia artificial e temporária traz consigo doutrinas aberrantes, misturando a verdade com uma cultura imaginária, procurando substituir o cristianismo centrado em Cristo, pela idolatria gospel.
Há muita gente sincera enganada pelo fingimento de falsos líderes, ocasionando uma verdadeira epidemia de confusão nas igrejas.
Há vários desviados,afastados,entristecidos e feridos dentro e fora do ambiente eclesial por causa de maus-tratos e exploração.
Precisamos desmascarar os falsos mestres que transformam a verdade em mitos e propor soluções para a crise da fé cristã atual.
Conceitos metafísicos de ações da mente são sugeridos como substância para falsos avivamentos pentecostais, através de textos distorcidos e milagres forjados de “cristos artificiais”, em que o tipo de fé representa o tipo de deus que diz que confissão atrai posse de bens.
A filosofia do “receber segue o ato de dar” não reaviva, restaura ou valoriza Cristo; os falsários apenas apontam para as escrituras,”produzem milagres”,operando a bandeira”Jesus é o Real”!
O misticismo desorganizado utiliza o marketing de revelações adicionais deslocando os fiéis da doutrina fundamental, relegando a virtude da fé a 2º plano, fazendo com que a própria formação da fé, a natureza de Deus e a expiação de Cristo na cruz sejam deturpados.
Utilizam um estilo clássico de palavras com traduções originais errôneas e frases de memorização e impacto para conceituar uma fé cujo modo de aplicação leve as pessoas a necessitarem de amuletos.
Endeusam homens, rebaixam a Deus, enaltecem satanás como ator fundamental e diminuem o senhorio de Cristo;sempre são os “homens de deus,pastores ungidos” da denominação que expulsam o diabo que sempre volta,para sofrer e depois pedem muito dinheiro.
A cruz é recriada nos altares e o Jesus dessa trama parece estar trancado no inferno debaixo do poder do diabo, mas aparentemente ”reencarna” na figura do emissário do púlpito “ungido”que palestra.
Essas”empresas de fé”invadem todos os contextos culturais, usando de chantagem e extorsão, querendo fazer sócios e mediar acordos entre o jesus deles, o diabo em fuga e os pobres ouvintes incautos.
Usam significados esotéricos e místicos com textos bíblicos modificados fora do contexto da interpretação fiel da Bíblia, afirmando que os males causados por satanás serão expulsos por eles e os pecados da miséria e da pobreza serão extirpados pela soberania espiritual.
Oram, usam a Bíblia, têm templos parecidos com congregações cristãs, mas seus conceitos de fé não são baseados na doutrina de Cristo conforme a Bíblia prega; sua demonstração de fé é pagã e obscura com mitras e frases feitas e seu propósito é apenas financeiro.
O resultado disso é que as vidas são enganadas e sua teologia distorcida e antibíblica bloqueia o discernimento do ser humano a Deus.
São seitas ocultistas que pregam um tipo de ateísmo encapado de saúde, sucesso e vida abundante somente para os falsos obreiros.
O conhecimento parcial bíblico desses obreiros origina uma concordância com o mundo e uma falsa confiança do mundo para com a igreja de Jesus, pois suas promessas falham, o cumprimento não é pleno e se verificarmos na íntegra, há um verdadeiro teatro oculto.
Um texto isolado de uma tradução antiga, arrancado do contexto não favorece aos leitores uma impressão segura da percepção mental do firme fundamento de Deus que originou aquela situação bíblica.
A direção correta do conhecimento de Deus é do visível para o invisível, do presente para o futuro e do que é temporal para o eterno.
O resultado mortífero é que para os enganados e roubados encontrarem de volta o caminho à verdadeira fé bíblica será quase impossível para quem foi deixado solitário sem saber em quem confiar.
Essa doutrina financeira miserável desloca Deus para a posição de um mero mensageiro; a adoração é substituída pela mera petição e a oração é substituída por fórmulas mágicas de ter o que o EGO quer.
Dizem “DIGA”,”FAÇA” e “RECEBA”, como que tudo dependesse apenas do contribuinte que de acordo com os seus atos, receberia ou não a “bênção”,que competeria só aos obreiros a ligação aos céus.
Falsos pastores deturpam o sentido claro das escrituras, usando fórmulas artificiais ilegítimas, afastando as almas para longe do Senhor.
Profetizam mentiras, enganos do coração,furtando as palavras de Deus, pois não foram enviados,ordenados nem são proveitosos.
Dizem que se você visualizar o que precisa e basear-se nas escrituras, pode determinar e fazer existir o que você quer; o poder de criar a realidade não está dentro das pessoas como se fossem Deus.
As palavras humanas não são imbuídas de poder criativo que agem no mundo real, pois a única palavra de poder é a vinda de Deus!
A fé não é crer no que se vale como visão para se fazer existir o que se deseja; fé é o firme fundamento das coisas que não se vêem.
Cuidado com as ciências mentais metafísicas, movimento da nova Era oriundas de grupos neo-pagãos, feiticeiros e oportunistas ladrões.
Só Deus é onipresente, onisciente e onipotente; os homens, não!
Se você estiver nessa enrolada, vai fracassar e se cansar de esperar, cheio de expectativa pela saúde e riqueza que não chegará.
Depois, vai se desesperar, se afastar da fé, ficar irado com Deus ou então, viver com complexo de inferioridade por não ter sido ”escolhido”e pode ser que até acabe acreditando em novas mentiras dos púlpitos, mas quando acabar teus recursos, serás trocado por outros que virão encher as malas e sacolas de dinheiro aos infiéis.
Jesus foi crucificado e os apóstolos assassinados; só João viveu, após colocado em óleo fervente;sobreviveu para escrever o Apocalipse.
Discirna que há pastores sérios,honestos e igrejas preocupadas com o destino das almas; é dever do cristão manter a Obra de Deus, mas com amor e liberdade! Jesus tem poder de fazer tudo, mas Ele é o Senhor e devemos ser servos, esperando Ele voltar para sua Seara!

Pastor Evangelista Darlan Lima
Assembléia de Deus Canaã
Fortaleza-Ceará
pastordarlan@bol.com.br
pastordarlan@hotmail.com.br

1

Esse domingo poderá proporcionar muita alegria aos milhões de brasileiros que torcem por clubes que disputam o título nacional. Porém, infelizmente, muitos destes, movidos pelo fanatismo, como um homem-bomba, estão dispostos a morrer e matar em nome de seu clube. A polícia brasileira tenta conter, mas muitas vezes é tarde demais, e acaba por não conseguir dar proteção aqueles que apenas estão ali no estádio para assistir a partida. Um acontecimento que era para ser sinônimo de lazer, transforma-se em um ringue, onde os lutadores são torcedores movidos pelo fanatismo. Então fica a pergunta: vale apenas assistir um jogo em um estádio? Vale, mas infelizmente isso tem se tornado um  risco a integridade física do torcedor, como também de sua própria vida ser ameaçada. Portanto, caso você hoje vá se dirigir a uma dessas praças de esportes onde esteja sendo palco de um jogo que pode decidir o campeonato brasileiro, tome cuidado!!

0



...sem preconceitos e sem respeito nenhum a Deus e a Sua Sacrossanta e Inerrante Palavra




"E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro" (Apocalipse 22.19)


E aí, você vai querer mudar algo do LIVRO  também??


1





Diante das falácias ouvidas por supostos "pastores" em debates radiofônicos, não poderei deixar de falar sobre a maior desculpa existente entre defensores da homoafetividade, o termo "eunuco". Mas afinal de contas, o que é um eunuco??
Talvez as passagens mais conhecidas que se referem a eunucos sejam as existentes em Mateus 19.12 e Atos 8.27-39. Mas o que de fato é um eunuco na ótica bíblica?


"A palavra eunuco (em hebraico sãrïs) é derivada de um termo assirio que significa "aquele que é cabeça", ou "o braço direito". No Novo Testamento, o vocábulo grego eunouchos, é uma derivação de eunen echo, que pode significar conservar o leito ou manter a padrão. Nos escritos de Heródoto aprendemos que nos países orientais os eunucos eram contratados especialmente para tomar conta dos haréns dos monarcas, sendo, entretanto, reputados como dignos de confiança em todos os sentidos. Em todos os casos, a palavra refere-se a pessoas da mais alta confiança do rei e pode ser usado no sentido de: oficial da corte ou castrado. Em Atos 8.27 ambos os sentidos estão em foco. Aqui, porém, a expressão original é clara e refere-se ao homem castrado. O judaísmo conhecia apenas duas categorias de eunucos: Os feitos pelo homem (em hebraico, saris adham) e aqueles que nasceram congenitalmente incapazes ou sem libido (instintos e desejos sexuais) chamados de "natural" ou "eunucos do sol"(em hebraico saris hamma). Jesus usou uma metáfora para mostrar o radicalismo do amor: na união com Deus e com o próximo, na aliança do matrimônio e no ministério cristão. Jesus surpreende seus inquiridores com uma terceira classe de eunucos: os celibatários, aqueles que, de forma livre e espontânea sacrificaram seus desejos naturais e legítimos por amor ao Senhor e para melhor e maior dedicação ao Reino de Deus. Em nenhum momento Jesus defendeu o asceticismo (doutrina dos primeiros séculosque exigia dos líderes cristãos a total abstinência sexual e punia severamente os pensamentos impuros). Jesus e Paulo (dois celibatários) deixam claro que não é necessário que um homem ou uma mulher se privem do casamento para serem bons obreiros ou líderes espirituais da Igreja de Cristo, isso é dom de Deus; e, portanto, é graça e não maldição. Pessoas com esse dom devem ser orientadas a dedicar-se exclusivamente ao Senhor e à Igreja; caso contrário, Satanás poderá se aproveitar disso e tentar recrutá-las para servir ao reino do mal (1 Co 7.7,8,26,32-35). Orígenes, um dos pais da Igreja do séc. II, interpretando erradamente essa palavra de Jesus, entendendo-a de forma literal, mutilou-se a si mesmo" (Biblia de Estudos King James).


Jesus falou sobre o celibato, ou seja, o ato de a pessoa se entregar totalmente ao serviço cristão, abrindo mão inclusive de um relacionamento matrimonial, já que se dedicará totalmente ao Senhor. Sendo assim, ela se torna eunuco para o Reino de Deus, ou seja, alguém totalmente dedicado aos serviços da Igreja e do povo de Deus, e não um indivíduo que vive e pratica atos contra a Palavra de Deus.


Uma das coisas que irritam é quando ouço que eunucos eram homossexuais. Onde diz isso, se eunucos não possuíam desejos sexuais, sendo, inclusive, colocados na guarda dos haréns, onde ficavam concubinas de reis? na verdade, quando o erro existe, e é alimentado pelo desejo desenfreado de o homem comete-lo buscando justificá-lo ou desculpá-lo, tudo vale, inclusive tentar mudar a Biblia. Mas ainda existem homens e mulheres de Deus compromissados com a Palavra de Deus, que não se rendem aos sofismos e engodos de certos grupos.

2




Na sexta-feira passada, 27 de novembro, o Pr. Silas Malafaia participou de um debate na emissora carioca Rádio Melodia FM, prefixo 97.3, cujo tema era as relações homossexuais.

A roda de debatedores também contou com as presenças de Pr. Paulo Afonso, Pr. Augusto Miranda (Assembleia de Deus de São Gonçalo – RJ), Paulo César (Catedral da Assembleia de Deus em Jardim Primavera, Duque de Caxias – RJ), o Desembargador Fábio Dutra, e Marco Gladstone (homossexual e pastor da Igreja Cristã Contemporânea).

O desembargador esclareceu o fato de que a nossa Constituição Federal não reconhece o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Deixou claro que a Carta Magna é expressa no sentido de que tanto o casamento quanto a união estável, só são legais entre as pessoas homem e mulher.

Por sua vez, Gladstone insistiu na idéia de uma igreja cristã que pode acolher o homossexual, sem, contudo, censurar a prática das relações de pessoas do mesmo sexo, denominada por ele como relações homoafetivas. Afirmou que, ao lado do seu companheiro, deseja abrir novas igrejas.

Em seu turno, Paulo Afonso foi claro e direto ao falar da necessidade do cristão amar a pessoa do homossexual, mas, não aceitar à luz da Bíblia a prática homossexual.

Sempre interrompido por Gladstone, o pastor Silas Malafaia foi contundente e firme em suas colocações contra a prática homossexual. E em meio ao calor do debate, alguém do auditório se destemperou e gritou xingamento dirigido contra sua heterossexualidade. Ao que foi respondido prontamente que poderia ser levado aos tribunais pela atitude impensada.

Ouça o áudio: aqui.

E.A.G. (Elizeu A. Gomes, blogueiro)

Bem, referindo-me a tudo isso que está acontecendo ultimamente no cenário cristão, é necessário que haja firmeza e postura cristã por parte do povo de Deus, diante desses absurdos referentes à união e casamento entre pessoas do mesmo sexo. Isso não apenas vai contra a Palavra de Deus, mas também contra as leis da natureza, principalmente no que diz respeito a perpetuação das espécies (neste caso, do Homo sapiens mesmo), já que é impossível indivíduos do mesmo sexo procriarem seus descendentes.

0

NA GALERIA DOS FALSOS PROFETAS 

CENTRO APOLOGÉTICO CRISTÃO DE PESQUISAS 

Pr. João Flávio & Presb. Paulo Cristiano 


Agora você está na... GALERIA DOS FALSOS PROFETAS 



Ellen G. White (A profeta da Igreja Adventista do Sétimo Dia); 
Joseph Smith (O profeta da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias); 
Charles T. Russell (O profeta das Testemunhas de Jeová); 
John S. Scheppe (O profeta do Movimento Só Jesus); 
Kip McKean & Elena Mckean (Os profetas da Igreja de Boston) 
Frank Shermann Land (O profeta da Ordem De Molay); 
William Marrion Branham (O profeta do Tabernáculo da Fé); 
Allan Kardec (O profeta do Espiritismo Moderno); 
David Brandt Berg (O profeta dos Meninos de Deus ou Familiar do Amor);
Anton La Vey (O profeta da Igreja de Satanás); 
Christian Rosenkreuz (O profeta do Rosa Cruz), 
Harvey Spencer Lewis (O profeta da AMORC) 
Helena P. Blavatsky & Annie Besant (As profetas da Teosofia); 
Mary Baker (A profeta da Ciência Cristã); 
Masaharu Tanigushi (O profeta da Seisho-No–Ie); 
Toruchira Miki (O profeta da Perfecty Liberty); 
Mokiti Okada (O Profeta da Igreja Messiânica), 
Shri Hans Maharaj Ji (O profeta da Missão da Luz Divina); 
Maharishi Mahesh Yogi (O profeta da Meditação Transcendental); 
Bhagwam Shree Rajneesh (O profeta do Movimento Bhagwan); 
Werner Erhard (O profeta do Est); 
Victor Paul Wierville (O profeta do Caminho Internacional); 
Herbert W. Armstrong (O profeta da Igreja de Deus em Worldwide); 
Emanuel Swedenborg (O profeta da Igreja da Nova Jerusalém); 
Charles Sherlock Fillmore & Myrtle Fillmore (Os profetas da Unidade); 
Sun Myung Moon (O profeta da Igreja da Unificação); 
A.C. Bhactivedanta Swami Prabhupada ( O profeta dos Hare Krishna); 
Bahá-Allah (O profeta do Bahaísmo); 
Abulgasim Mohammad - Maomé (O profeta do Islamismo); 
Sidarta Gautama (O profeta do Budismo); 
Confúcio (O profeta do Confucionismo), 
Raimundo Irineu Serra (O profeta do Santo Daime); 
Manoel Jacintho Coelho (O Profeta da Cultura Racional); 
Luiz de Mattos (O profeta do Racionalismo Cristão); 
Iuri Thais - Inri Cristo (O profeta da Igreja da Suprema Ordem Universal da Santíssima Trindade); 
Alziro Zarur (O profeta da Legião da Boa Vontade); 
Eurico Mattos Coutinho & Vó Rosa (Os profetas da Igreja Apostólica); 
Jasmuheen (A profeta do Viver de Luz).     
Lafayette Ron Hubbard (O profeta da Cientologia) 
SATANÁS (O inspirador dos falsos profetas)  

0

"De graça recebestes, de graça dai" (Mateus 10.8 b); 
"E disse Pedro: Não tenho prata nem ouro, mas o que tenho isso te dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, levanta-te e anda" (Atos 3.6);
"Tendo, porém, sustento, e com que nos cobrirmos, estejamos com isso contentes. Mas os que querem ser ricos caem em tentação e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e ruína. Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males, e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores " (1 Timóteo 6.8-10)


Bem, quero falar sobre dinheiro. Sim, o "deus" cultuado diariamente pelos crentes tupiniquins, que a cada dia tem deixado de lado o Deus Vivo que se entregou na Cruz para remir-nos do pecado e perdição eterna. hoje, as orações não são mais realizadas com reconhecimento de que somos barro, sujeito a deterioração fisica; não oramos mais como totalmente dependentes de Deus e de Seu Espírito Santo, mas temos nos colocado como "deuses", reivindicando casas, apartamentos, prosperidade, carros, contas bancárias recheadas de dinheiro...não existe preocupação com o crescimento do Reino de Deus, mas sim com os mega impérios de pregadores, conferecistas, apóstolos. E sempre ocorre uma grande semelhança: o cara começa pobre, de repente, após umas pregações, grava uns vídeos, daí vai parar em um canal de TV, e logo logo, se transforma num astro, num  mito, num milagreiro. Daí começa a vir dinheiro, e o camarada esquece-se de que o mensageiro do Evangelho do Senhor Jesus deve se portar de modo humilde, não cobiçando bens alheios nem fortunas desta vida, pois, afinal de contas, essa vida passa, e daremos conta de tudo o que fizemos. Ouço diariamente pedidos por parte dos teleevangelistas e dos empresários da fé, pedidos esses que vêem sempre com um brindezinho mágico, um patuá gospel, uma oração "poderosa". E assim, os lobos vorazes da raça avarenta arrancam o salário do pobre trabalhador, rouba a viuva e seus órfãos, engordando-se da pele e gordura das ovelhas, criando suas fortunas particulares. Pedro e João, na passagem supracitada, não possuíam riquezas monetárias. Eram pobres pescadores, de peixes e "de almas". Porém, a ação do Espírito Santo, a autoridade de Jesus Cristo era com eles, e grandes coisas nosso Deus operava através da vida desses pobres , porém crentes homens. Hoje, os indivíduos recebem título de apóstolo, plaquinha e tudo mais, porém, precisam de fortunas, palácios, aviões, helicópteros, contas fantasmas, caixa 2, e pior, cobram fortunas para falarem heresias em cima de púlpitos de crentes incautos e que seguem doutrinas conforme seus vis desejos. Gostaria de perguntar aos amantes do dinheiro, sim, aos pastores, pregadores itinerantes Brasil a fora, que só pensam nas cotas, ofertas e fama: quando Jesus Cristo voltar, para que servirá esse dinheiro que você roubou dos irmãos em Cristo, bando de mercenários? O reino que esta turma de malandros vivem e pregam é o reino de Mamon, não o Reino dos Céus. Filhos de Balaão, quem vos enganou que são embaixadores do Evangelho de Cristo Jesus? Arrependam-se enquanto é tempo, pois em breve o Sumo Pastor virá acertar as contas, e dar a vocês, lobos devoradores, o pagamento pela covardia que tem feito com as ovelhas do Rebanho do Sumo Pastor, Jesus Cristo o Justo.

0


0

"Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vem até vós vestidos como ovelhas, mas , interiormente, são lobos devoradores" (Mateus 7.15)

Vigiai cristãos! Não dê ouvidos a homens que buscam a glória própria...o fim pode ser trágico para seus seguidores...


Hoje vemos pastores, apóstolos, bispos em seus programas manipulando a massa...pessoas se tatuam com o nome de sua denominação, seus líderes...pastores prometem curar, libertar o individuo de vícios, dar igualdade social..porém, manipulam seus seguidores, ditam regras para estes cumprirem, esquecendo-se que foi Cristo Jesus quem deu a vida para nos remir da perdição, se lançam ao risco de, ao seguirem homens, serem enganados e levados a perdição eterna.

O homem não pode levar ninguém a salvação. apenas Jesus Cristo salva, cura, liberta, nos torna filhos de Deus. A história de Jim Jones e seus seguidores serve de alerta para a igreja brasileira em nossos dias, já que a moda hoje em nossa terra é tornar-se totalmente manipulado por líderes. Hoje pessoas chegam a seu apóstolo ou líder e pergunta até sobre empréstimo bancário, compra de objetos...pessoas dão até a vida pela denominação que pertence, idolatrando sua religião...É tempo de refletirmos se servimos de fato a Jesus ou se somos marionetes...se você se encaixa na segunda opção, que o Espírito Santo o torne de fato um servo de Deus, e o liberte da possessão de líderes disfarçados de pastores, mas que são mensageiros e escravos de satanás.

 Vejam alguns vídeos sobre Jim Jones e tirem suas conclusões.
                                                                                  










0

Hoje é comum vermos multidões atrás de milagres...antes, o povo buscava em oração a cura para sua alma, sua doença...antes, buscavam em Jesus. Não dependiam ir em mega templos, mas as reuniões eram feitas nas igrejas e mesmo nas casas. Não havia peregrinações, pois os verdadeiros servos de Deus se dispunham a ir pelos quatro cantos da Terra levando a Palavra, o Evangelho de Cristo. A busca não era pelos sinais, mas pela salvação. A fé oriunda da ação da Palavra de Deus pregada levava pecadores a condição de arrependimento, entregando-se a Jesus, recebendo perdão e cura de suas almas. Homens não eram idolatrados, pois havia amor a Deus, havia crédito não no pregador, mas em Jesus Cristo.

Sendo assim, pense como será o comportamento dos caçadores de milagres, ao saberem da notícia que existe um homem, que por si mesmo, cura pessoas, realiza prodígios, satisfaz aqueles que o adoram, que o veneram, que o tem como ''messias''? Como os crentes se comportariam diante de um homem que cura qualquer doença? Cancerosos, aidéticos, diabéticos, e outros portadores de doenças crônicas e incuráveis farão de tudo para se achegarem a este...mesmo que seja para beijar seus pés...ele os dará o que pedirem, basta renunciar a Deus e o adorar...Não é de Jesus que estou a falar...é do anticristo.

Infelizmente as pessoas não se preocupam com a Palavra de Deus, em obedecê-la, em cumpri-la, mas o ser humano quer facilidades. A maioria não avalia a fonte de certos acontecimentos ocorridos em nossos dias. Daí a busca desenfreada por milagres, uma busca que substitui a busca por Deus. Estes serão facilmente enganados pela operação do erro, pelos engodos e maravilhas falsas do anticristo.

Na segunda epístola de Paulo aos Tessalonicenses, em seu capítulo 2 e versículos 7-12, Paulo admoesta aos irmãos de Tessalônica sobre a operação do erro nos últimos dias, a saber, o anticristo:


"Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que agora o retém até que do meio seja tirado; e então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda; a esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira, e com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. E por isso Deus lhe enviará a operação do erro, para que creiam a mentira; para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniquidade"

A BEP (Biblia de Estudos Pentecostal, CPAD), em sua nota no trecho 2.7, nos diz assim:

O mistério da injustiça é uma atividade secreta dos poderes malignos no decurso da história da humanidade, preparando o caminho para a apostasia e o homem do pecado.
1. É um processo  enganoso, que ilude os incrédulos, e induzirá muitos crentes a se desviarem da verdadeira fé e aceitar a mentira personificada na igreja apóstata. Implica um espírito ou movimento contra a verdadeira fé bíblica e a lei divina; procura liberar-se das restrições morais, e deleita-se no pecado (vv. 10-12);

2. Embora essa tendência maligna já operasse nos dias de Paulo, ela será comum e geral no mundo e no cristianismo, perto do fim da presente era.

Sendo assim, convém que os verdadeiros crentes se apeguem a cada dia mais ao Senhor Jesus Cristo, bem como a Sua Palavra, levando qualquer milagre ou prodígio a um esclarecimento perante a Palavra de Deus. Muitos que rejeitam a Palavra, bem como uma vida diferente dos padrões desta era, buscam milagres para satisfação de seu ego e de sua vida terrena. Geralmente os caçadores de milagres não buscam a Jesus como Salvador e Senhor, mas apenas como um abençoador. ai mora o perigo, pois muitos falsos profetas e ensinadores pregam que, para o crente ser abençoado, não precisa obedecer a Palavra, mas apenas ''crer''.
Dai a obediência já não é pregada como um requisito para sermos de fato aprovados por Deus. Sendo assim, a pessoa fica vulnerável a acreditar em qualquer operação de sinais e prodígios, mesmo que estas estejam sendo feitas pela ação do inimigo. Deus permite que isso aconteça, pois seus servos fiéis não cairão nestes engodos, porém os fracos e não cumpridores da Palavra ficam totalmente suscetíveis a serem enredados pelos falsos milagres, e assim, comprometerem sua salvação. Na verdade, o ser humano vai a igreja não em busca da presença de Deus, mas em busca da satisfação de seus prazeres: prosperidade, casa, carro, dinheiro - esses são os pedidos mais realizados por crentes...ah, e vários são os pedidos e suas reuniões específicas: terapia disso, fogueira daquilo, corrente disso, tapete daquilo, causa impossível...e o povo vai sendo preparado para acreditar no anticristo e em seus enganos, e a cada dia a Palavra de Deus, e o Senhor Jesus são deixados de lado.
Estes que rejeitam Jesus, hoje tem oportunidade de arrepender-se, mas chegará o dia em que serão enganados pelo anticristo, pois preferem dar importância as coisas terrenas, esquecendo-se que o Reino de Deus é espiritual. Algumas denominações hoje batem no peito dizendo que Deus está ali , que a denominação é a melhor...isso é se exaltar, não é glorificar a Deus, mas sim preparar o povo para a apostasia, quando todos se voltarão ao anticristo, e deixarão a Deus, assinando o seu passaporte para o lago de fogo eterno. Que Deus nos dê de sua graça abundante conhecimento, nos ensine a ser fiéis a Ele e ousados para enfrentarmos a operação do erro, que, infelizmente, até mesmo em algumas igrejas já está ocorrendo.

LEMBRANDO SEMPRE: NEM TODO MILAGRE PROVÉM DE DEUS...

1

ocorrerá no dia 05/12/2009, no templo sede da Assembléia de Deus Ministério em Vassouras/RJ, o Encontro de Pastores do Centro Sul Fluminense.

0





A princípio, quero lembrar-vos de que o Senhor Deus falou a Moisés, dizendo: "Não matarás"(Exodo 20.13). isso quer dizer que o ser humano deve amar seu semelhante, e uma das demonstrações deste amor está no ato de zelar pela vida do próximo, exercendo amor, não violência, nem ódio, em qualquer de sua forma, pois Jesus, cumprindo a lei, estabeleceu que, mesmo se o ser humano intentar mau, ódio em seu coração, desejando tão somente a destruição do próximo, já é réu de homicídio. (Mateus 5.21,22). Deste modo, como o ser humano pode desculpar-se perante Deus quando pratica o aborto, um ato desumano, sujo, totalmente diabólico em qualquer de suas formas? Como alguém que se diz cristão pode tolerar e apoiar este ato tão diabólico, onde vidas de inocentes são destruídas antes mesmo deles enxergarem a luz solar que ilumina nosso planeta? O aborto, na verdade, é um tipo de infanticídio, além de ir totalmente contra a lei de Deus, vai também contra as leis da natureza, ao passo que um ser destroi seu semelhante, sendo que o segundo não consegue se defender por si mesmo. Além disso, com o aborto, o ser humano está descumprindo mais uma ordenança divina além das supracitadas: "frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra" (Gênesis 1.28).

 Como frutificar e multiplicar, melhor, gerar descendentes, se o aborto é contra esse princípio? Queria perguntar ao senhor por nome Edir Macedo, que proclama ser cristão, onde este se apóia biblicamente, para defender o aborto? Sim, não temo a justiça, mas sim o Deus dos Céus e da Terra. Este e diante da Palavra dEle eu tremo e temo. Na Biblia, em 2º. Cronicas 28.3, existe o relato de uma prática pagã exercida em Judá nos tempos de Acaz, um rei ímpio que reinou em Jerusalém: "Também queimou incenso no vale do Filho de Hinom, e queimou os seus filhos, conforme as abominações dos gentios que o SENHOR tinha desterrado de diante dos filhos de Israel." Imagine a abominação de uma religião que oferece crianças em sacrificio. Deus permitiu que Judá fosse derrotada como castigo pelas práticas criminosas de Acaz, e até hoje, essa prática não foi eliminada. O sacrifício de crianças aos desapiedados deuses da conveniência, da economia e dos caprichos continua a existir em clínicas de aborto; o número de vítimas provavelmente horrorizariam até o cruel Acaz. Se desejamos que as crianças conheçam a Cristo (Mateus 19.14), deveremos primeiro permitir que elas nasçam. (Biblia de Aplicação Pessoal CPAD).
Alguns tentam usar a Biblia como argumento aceitável para o aborto. No livro de Êxodo 21.22,23, a Palavra Eterna nos diz: "Se alguns homens pelejarem, e um ferir uma mulher grávida, e for causa de que aborte, porém, não havendo outro dano, certamente será multado, conforme o que lhe impuser o marido da mulher, e julgarem os juízes. Mas se houver morte, então darás vida por vida."
A Palavra de Deus considera a vida de um feto como a vida de um adulto. Não temos aqui uma brecha para aceitar o aborto. pelo contrário, a multa imposta a quem causasse um parto prematuro tinha como objetivo auxiliar a mulher em suas dificuldades. Mas, se do parto sobreviesse morte, não se aceitaria reparação financeira: seria vida por vida. Deve-se notar que a palavra original hebraica empregada aqui é yatsa, que significa literalmente sair ou dar a luz-jamais tem o sentido de aborto voluntário.

E mais: Em Jeremias 1.5 A Palavra de Deus fala claramente: "Antes que te formasse no ventre te conheci, e antes que saísses da madre, te santifiquei; às nações te dei por profeta" ..embriologia pura!!!Deus considera o feto como um ser humano, está escrito. Assim Ele falou ao profeta Jeremias. 

Como se vê não há desculpas para a realização deste ato criminoso. Mas há uma advertência para os assassinos que praticam isso: Apocalipse 21.8 "Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos que se prostituem, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte". Palavras de Jesus Cristo Ressurreto e Glorificado.

0

Este louvor verdadeiramente em adoração ao Senhor Jesus nos fala do Amor de Nosso Deus demonstrado na Cruz do Calvário. Amor por mim, por você, por todos os que crêem n'Ele como Salvador.

3








Paz do Senhor Jesus Cristo a todo verdadeiro cristão que le esta postagem.


Texto bíblico: Mateus 7.13,14: "Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; e porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem."


A cada dia que passa maior aumento ocorre do número de adeptos dos movimentos ecumênicos propagados por cantores ''popgospeis'' e ''padres e bandas católicas", e pasmem, já tem pastores frequentando bailes, exposições agropecuarias e ''cantando louvores'' junto com cantores que propagam prostituição, libertinagem, adulterios em suas populares músicas, sob a desculpa de que ''importa que preguemos o Evangelho (ou seria encontremos fama?)".  


A Biblia Apologética, editada pelo ICP, resume em poucas mais enérgicas palavras o que é ecumenismo: "Movimento que visa à unificação das igrejas cristãs. Eis a definição eclesiastica mais abrangente: é a aproximação , a cooperação, a busca fraterna da superação das divisões entre as diferentes igrejas (2 Co 6.14). A Bíblia nos afirma que só há duas portas e dois caminhos (Mt 7.13,14) e que ninguém pode servir a dois senhores (Mt 6.24). Deus exige adoração exclusiva à Ele (Dt 6.5; Êx 20.5)". Em nossos dias, já presenciei uma vertente da Metodista praticar um ecumenismo com a ICAR: melhor, um intercâmbio, já que os pastores foram a ICAR e pregaram (sei lá o que) e em data seguinte, o padre da ICAR pregou na Metodista. Fora a moda de nossos dias, em que supostos ''adoradores protestantes'' sobem ao palanque junto com adoradores de pau e pedra e fazem pactos, cantam juntos, como se o Evangelho fosse algo a ser ignorado, e a filosofia e desejo de união "entre as religiões'', (categorizo de prostituição espiritual) estivesse acima do poder do Evangelho de Cristo Jesus. É tempo de peneirar o que de fato é lícito e o que não é. É tempo de viver o Evangelho verdadeiro, e deixar de lado as mentiras pregadas por religiosos e mercenários da fé que se intitulam pastores, profetas, levitas e cantores. Chega de mistura, chega de novas doutrinas.


Foi com tristeza que vi um pastor subir ao palco com um cantor de forró. Porque o pastor ao chegar naquele local não pregou a Palavra que é verdade, não falou do verdadeiro Cristo Jesus, não pregou arrependimento, salvação e juízo para os incrédulos? Porque hoje os cantores deixaram de compor e interpretar hinos que exaltam o Senhor Jesus, e preferem músicas e letras antropocêntricas, e pior, até mesmo erotizadas? Porque hoje o povo dito protestante parou de protestar e está aos poucos retornando aos rudimentos e mentiras religiosas? Hoje, o cidadão canta uma para o diabo e depois imita uma para Deus, e assim se segue o ''falso crescimento'' (inchaço) da igreja brasuca. Já existem crentes professos que frequentam missas e até mesmo rezam junto com padres teleevangelistas e radialistas (sim, já vi crente professo dizer que certo padre católico radioteleevangelista é um profeta em razão de suas ''profetadas e adivinhações feitas no ar'')


Segundo Dennis Alan (http://www.estudosdabiblia.net/d142.htm)''a mesma palavra pode ter sentidos diferentes. O termo “ecumenismo” é usado de maneiras diferentes em diversos contextos. Pode se referir aos movimentos que promovem “ecumenismo cristão”, fraternidade entre as religiões chamadas cristãs. Algumas organizações procuram relações entre protestantes, outras entre católicos e protestantes, etc. Um sentido mais abrangente, chamado, às vezes, de macro-ecumenismo, representa movimentos para paz, tolerância e união entre as diversas religiões – católicos, protestantes, budistas, hinduístas, judeus, muçulmanos, etc. Estes movimentos envolvem vários níveis ou aspectos. Manchetes falam de reuniões entre líderes religiosos para promover a tolerância e a compreensão. Várias organizações religiosas, às vezes, juntam forças para realizar obras sociais e culturais. Outras iniciativas buscam minimizar diferenças teológicas e doutrinárias, dizendo que as diversas religiões são boas e igualmente válidas e que todas buscam os mesmos benefícios para os homens.''






O pluralismo é integralmente interligado ao ecumenismo. É a idéia de não existir verdade absoluta, assim aceitando “verdades” divergentes como igualmente válidas. Se aplicasse a mesma noção na sala de aula, uma professora elogiaria um aluno que respondesse que 2 + 2 = 4, e daria a mesma aprovação para outro que dissesse que 2 + 2 = 8. Cada um tem a sua própria verdade.
No “ecumenismo cristão”, pessoas de igrejas diferentes aplicam o pluralismo para decidir que algumas doutrinas são essenciais, enquanto outras são sujeitas à interpretação, tradição e opiniões próprias. Desta maneira, podem achar essencial acreditar na morte e ressurreição de Jesus, mas não importante aceitar o que ele diz sobre o batismo. Podem dizer que é importante acreditar em Jesus, mas não precisa, necessariamente, acreditar nos milagres ou nos ensinamentos dele.


No “macro-ecumenismo”, o pluralismo iguala tantas doutrinas diferentes que as únicas verdades universais são algumas noções muito generalizadas. Por exemplo, é importante promover a paz, o amor e a felicidade dos seres humanos. Passando destas idéias básicas, já entrariam em conflito.
Em geral, quanto mais abrangente o ecumenismo, menor a “verdade”.






Quando ecumênicos procuram aprovação de Deus, sempre destacam o amor dele, que é uma característica importantíssima da natureza divina (1 João 4:8). Mas, para tentar justificar a união do sagrado com o profano, esquecem da santidade dele, um outro aspecto fundamental de seu caráter (Apocalipse 4:8). O ecumenismo depende de uma teologia desequilibrada.


No Velho Testamento, Deus sempre exigia pureza, santificação e separação das outras religiões. Antes de subir a Betel (casa de Deus), a família de Jacó teve que lançar fora seus “outros deuses” (Gênesis 35:2). Deus falou para Israel não ter nenhum outro Deus (Êxodo 20:1-3), e exigia uma intolerância absoluta em relação aos outros (falsos) deuses (Êxodo 22:20; 23:24). Adoração de qualquer outro deus é vista como desvio do Senhor (Êxodo 32:8; Juízes 2:12; 10:6). Josué insistiu na importância de servir somente o Deus verdadeiro, rejeitando os falsos deuses dos outros povos (Josué 24:14-15). Homens fiéis recusavam servir outros deuses, mesmo quando foram ameaçados de morte (Daniel 3:18).


No Novo Testamento, Deus exige a mesma pureza e santificação. Servir falsos deuses é voltar á escravidão (Gálatas 4:8-9). Por isso, devemos nos guardar dos ídolos (1 João 5:21; 1 Coríntios 10:14), pois a idolatria é um pecado que impede acesso ao reino de Deus e leva à condenação eterna (1 Coríntios 6:9-11; Apocalipse 21:7-8). Os ensinamentos da Nova Aliança não somente condenam a idolatria, mas toda e qualquer forma da impureza (2 Coríntios 6:14 - 7:1). Qualquer um que nos incentiva a aceitar doutrinas que não vêm de Jesus Cristo deve ser rejeitado (Gálatas 1:6-11; 2 João 9).






A pesar das palavras suaves de líderes de diversas igrejas e religiões, o servo de Deus precisa escolher entre o certo e o errado. Os verdadeiros líderes espirituais – as pessoas escolhidas por Deus para guiar o seu povo – não apóiam o pluralismo e o ecumenismo.
● Moisés, o libertador dos israelitas, não foi ecumênico (Deuteronômio 30:15-20). 
● Josué, o homem que guiou o povo na conquista da terra prometida, não foi ecumênico (Josué 24:14-15). 
● O apóstolo Pedro não foi ecumênico (Atos 2:36; 4:12). 
● O apóstolo Paulo não foi ecumênico (Colossenses 2:20 - 3:4). 
● Jesus Cristo, o Filho de Deus, não é ecumênico (Mateus 7:13-14)."






[créditos Dennis Alan (http://www.estudosdabiblia.net/d142.htm]


É tempo de protestarmos novamente contra esses que, em nome da fama e fortuna, tentam dissimular a pureza evangelica da Palavra de Deus. Chega de mentiras, de apostasia! Voltemos à Palavra de Deus e ao verdadeiro cristianismo.

1

Nossa nação está afundada em heresias, falsas religiões, mentiras...muitos dizem servir ao Senhor, porém a cada dia que passa se afastam da Palavra e da pureza do Evangelho. Infelizmente nosso país não tem Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador, mas credita tudo a ídolos  mudos e a pseudodeuses (demonios). Brasil, se converta a Jesus Cristo como teu único e suficiente Salvador. Ele está voltando, e você, brasileiro, tem se preparado para isso?

0

Uma conquista o Rio sediar as Olimpíadas 2016? Não.

Basta de mentiras, de política Pão e Circo como nos tempos imperiais romanos. O Brasil precisa de outras conquistas. Precisamos vencer a dengue, a AIDS, o câncer e outras milhares de doenças...nossas crianças ainda morrem de inanição, desnutrição, desidratação e subnutrição não apenas no interior, mas em grandes centros urbanos...vencer a fome em nosso agreste, o analfabetismo em alguns sertões, a falta de água no Nordeste...nosso povo precisa ser justificado, pois nosso país é corrupto, sim...nossos aposentados merecem mais respeito, nossos deficientes mais acessibilidade. Nossos irmãos que vivem em barracos em risco de cair e os sucumbir merecem melhor infraestrutura. Não sou político, mas preciso mexer nessa ferida que não cicatriza há séculos...vi na Tv e na Net o povo comemorando o fato do Rio sediar as Olimpíadas, porém, os mesmos que comemoraram tanto, ao chegar em casa enxergam a dura realidade: famílias desunidas, problemas de saúde não solucionados, falta de emprego para os chefes de família...o investimento nos jogos olímpicos é imenso, é bilionário...dinheiro que poderia ser utilizado em projetos que beneficiassem a longo prazo o povo brasileiro...dinheiro que sai dos nossos bolsos e não mais retornarão...ai vem a desculpa...haverá investimento nos jovens atletas...sim, e estes vira e mexe aparecem na TV reclamando do abandono das entidades, que os usam como propaganda, e depois os lança no anonimato..CHEGA!!! ou o povo brasileiro acorda e reage, ou sempre será a mesma coisa.

Do que adianta a realização de um mega evento, ganhar centenas de medalhas, bater recordes mundiais, se nem a fome, nem a miséria conseguimos vencer!

1

Gl 6.17: "Desde agora, ninguém me inquiete; porque trago no meu corpo as marcas do Senhor Jesus"

Quando Paulo escreveu aos Gálatas essas palavras, ele demonstrava que não era apenas um mensageiro do Evangelho do Senhor Jesus - ele foi além - demonstrou ser um escravo do Senhor Jesus. Sim, ele podia dizer isso. A palavra grega traduzida por marcas, era usada em referência ao estigma produzido pelo ferro em brasa ou pelo ferrete com que se costumava furar as orelhas dos escravos a fim de identificar a que senhor pertenciam. Os muitos sofrimentos de Paulo serviam para distingui-lo como escravo de Cristo. Ele sofreu apedrejamento junto com Barnabé por pregar a Palavra, e foi dado como morto (At 14.19); foi açoitado com varas por pregar a Verdade que liberta as vidas do pecado e da ação do maligno (At 16.22); na sua carta aos Coríntios ele mostra seu curriculum vitae de ''pregador itinerante '', um exemplo para os dias atuais, onde o estrelismo, a fortuna e a fama são mais importantes, já que nossos ''evangelistas'' não abrem mão do conforto e do caviar (2 Co 11.24-8). Além disso, Paulo tinha um espinho na carne, do qual não mencionou o que era, mas é certo que isso o afligia sempre (2 Co 12.7). Quanto a este espinho, a KJV em português menciona em sua pg 430 ref. 3: "muitas são as conjeturas e especulações acerca da natureza desse espinho na carne, que afligia permanentemente a pessoa do apóstolo e o fazia se sentir fraco e humilhado. Paulo, no entanto, jamais foi claro sobre isso nas Escrituras, nem seus discípulos e amigos. Para Lutero, se tratava das constantes perseguições; especialmente por parte dos judeus, seus próprios irmãos, aos quais Paulo dedicava tanto amos (Rm 9.3). De fato, nos textos hebraicos do AT, o termo espinhos pode significar também inimigos (Nm 33.55; Js 23.13). Por outro lado, esse fora o espinho na carne do próprio Lutero em sua luta pela Reforma. Paulo teve muitos sofrimentos físicos, padeceu de malária (Gl 4.13), doença que muito lhe prejudicara a visão (Gl 4.15) e de fortes enxaquecas. Isso, sem falar de todas as lutas espirituais e psicológicas que um servo de Deus da estatura de Paulo certamente enfrentou. "

Paulo não confiava em si mesmo, sabia que a sua natureza humana é fraca (Gl 4.13,14). No entanto, não esmorecia diante de falsos mestres, diante da apostasia de alguns nem das traições ministeriais, como as de Alexandre, o latoeiro e Demas. Ele persistiu, sofreu pela fé em Cristo Jesus. Hoje vemos muitos supostos apóstolos em rede nacional, em megatemplos...mas será que estes estão dispostos a sofrer como o apóstolo Paulo? Será que estes estão dispostos a se desfazer de seu status, de seu luxo e servir a Cristo sem receber nada em troca? Estes possuem as marcas de Cristo? Resistiriam os novos apóstolos a uma perseguição verdadeira, onde ou nega a Cristo ou morre? Esse foi o fim dos verdadeiros apóstolos e discípulos de Jesus. Pedro foi crucificado de cabeça para baixo, por não se achar digno de morrer como o Senhor Jesus; Paulo foi decapitado; Tiago, o Maior, foi decapitado; Felipe foi crucificado; Mateus foi traspassado por uma lança; Tiago, o Menor, foi espancado e apedrejado, e teve seu crânio quebrado com golpes de varapaus até morrer; Matias, substituto do iscariotes, foi apedrejado e decapitado em Jerusalém; André foi crucificado em uma cruz que possuia suas extremidades apoiadas no chão em formato de X; Marcos foi arrastado e despedaçado em Alexandria; Judas tadeu foi crucificado; Bartolomeu foi açoitado e crucificado; Tomé foi atravessado por uma lança; Lucas foi pendurado em uma oliveira pelos idólatras gregos; Simão Zelote foi crucificado; João não morreu de morte violenta, mas sofreu torturas, como ser lançado em um tacho de azeite fervendo, saindo ileso pela Providência do Senhor. Como vemos, eles sofreram, são dignos de serem chamados apóstolos. Hoje além de não fazermos um milésimo de % do que eles fizeram, não sofremos nada, pelo contrário, vivemos no luxo, no comodismo. É hora de despertarmos, de verdadeiramente suar a camisa, batalhar em prol do Evangelho do Senhor Jesus, em lágrimas, dores, perseguições. Precisamos de fato voltarmos ao primeiro amor, antes que Ele volte e retribua a cada um de nós segundo o que tivermos feito - se é que temos feito alguma coisa. Hoje a perseguição que se vê não é perseguição. Um irmão não pode fazer uma crítica construtiva ao ministério de outro que o criticado se sente ''ofendido''...vá se converter!!Quem és tu para se sentir perseguido apenas por uma crítica..se alguém exorta ou critica é porque ama, quer o bem, quer ver o criticado aperfeiçoar-se...perseguido foram os apóstolos e discípulos...nós estamos num luxo tremendo e não fazemos nada...infelizmente.

Que o Senhor Jesus nos transforme em ''escravos'' dispostos a morrer por sua causa em qualquer momento.

0

Gálatas 5.1 "Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não torneis a colocar-vos debaixo do jugo da escravidão."

Ao escrever aos irmãos da igreja na Galácia, Paulo, o "Apóstolo dos gentios'' combatia algo que estava tentando anular a simplicidade do Evangelho do Senhor Jesus Cristo ensinado aquela comunidade cristã. Judaizantes tentavam misturar ''legalismos e preceitos de homens'' a Graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, tentando levar os gálatas novamente aos princípios judaicos e suas observâncias (datas, vestes, circuncisão e outros preceitos). Ah se Paulo estivesse entre nós nestes dias onde ''a onda apostólica'' cresce tentando submergir a Verdade do Evangelho. Certo dia, ao visitar uma ''neoapostólica'', seu dirigente ''neoapóstolo'' bradava como um leão do púlpito, dando ''ordenanças'' a seus ''discípulos''. Sim, o cara não ensinava a Palavra que Liberta, mas simplesmente ''ordenava'' seus seguidores. Em dado momento, movido por um emocionalismo (na verdade, desejo de controlar) ele bradou: "na igreja tal (citou o nome de sua denominação) é proibido namoro entre adolescentes''...em primeira instância, até que elogiei em mente a atitude do neo, mas depois, esmiuçando e meditando naquilo, vi como estava enganado. O mesmo não aconselhava seus jovens, ''ordenava''. Após algumas observações, constatei que não era apenas nos relacionamentos que o neoapóstolo interferia: ele aconselhava e ordenava em todas as áreas da vida: inclusive se um de seus ''neodiscípulos'' possuissem projetos em suas vidas, o neoapóstolo dava seus palpites e jogava como que ''piadas'' tentando interferir na decisão da pessoa. Até no empréstimo o cara dava palpite. Sim vi e ouvi com meus próprios olhos. Além disso, achei tremenda má educação como o ''neoapóstolo" se referia à outras denominações e a pastores pertencentes a estas. Povo de Deus, estejam alerta. Você foi chamado para viver uma liberdade em Cristo. Não liberdade em pecado, mas liberdade em servir a Deus, em crer nas verdades do Evangelho do Senhor Jesus. Você foi escolhido pelo Senhor para viver uma vida em plenitude do Espírito Santo, uma vida alegre, liberta de toda escravidão, de toda religiosidade ou jugo.Cristo Jesus não se colocou na condição de Servo na Cruz para te fazer virar ''uma marionete'' de ninguém.

Infelizmente, em nossos dias, a liberdade que o Senhor nos deu para servi-LO e adorá-Lo está sendo aos poucos ''coberta'' com essa onda apostólica. Assim como Paulo bradou aos da Galácia, eu brado neste momento ao povo de Deus que aos poucos está se tornando escravo deste sistema, disfarçado de apostólico, mas que visa privar o povo da liberdade de viver totalmente na presença de Deus. Saiba de uma coisa: o único Mediador entre Deus Pai e os homens é o Senhor Jesus (1 Timoteo 2.5). Eu e qualquer outro irmão/irmã, pastor, obreiro, podemos ajudá-lo em oração, mas somente Jesus intercede por ti junto ao Pai, pois foi Ele quem te comprou através do sacrifício na cruz. você não é mais escravo de sistema nenhum, mas de criatura passou a ser filho de Deus, livre do pecado e de qualquer ordenança religiosa.

Aproveite, glorifique ao Senhor em sua vida por essa liberdade que você possui, e não deixe que ninguém te prenda com nenhuma filosofia ou nova teologia.

5

Efesios 4.14,15: Para que não sejamos mais meninos inconstantes, levados em roda por todo o vento de doutrina, pelo engano dos homens que com astúcia enganam fraudulosamente. Antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo.

Vivemos dias onde o Evangelho foi misturado com algumas práticas mundanas. A moda invadiu a igreja e o coração de muitos crentes. Além disso, hoje cada grupo segue uma linha de entendimento que bem lhe cabe. As pessoas não buscam seguir padrões bíblicos, mas sim doutrinas humanas, fundamentadas em ensinos e influencias demoniacas. É preciso acordar. Sim, pois muitos estão dormindo. Acordar para a Palavra. Hoje a maioria dos cristãos não sente prazer em estudar a Palavra de Deus, em orar, em viver de acordo com os padrões santos - hoje cada um tem seu ''guru'', seu ''profeta'', e aqueles que são contra esses modismos e ventos, são escrachados de frios, carnais, céticos, como se crer e viver a Palavra de Deus fosse algo errado. Vemos de tudo hoje. As pessoas não crêem no Senhor, crêem em homens e mulheres "ungidos". A Biblia é um livro místico para alguns, e digo isso com vergonha, pois os próprios "crentes" tem feito isso. A Palavra é deixada de lado, e os ''aventureiros do vento'' saem atrás de ''novos ungidos'' e suas filosofias. E quando vemos, o povo está desviado, distante das verdades bíblicas, e a um passo do inferno. Além disso, os ''ungidos milagreiros'' adoram presentes, elogios (a exemplo de Geazi), mas quando são criticados, vomitam ódio, demonstrando os verdadeiros frutos.
Ou o povo que se diz ''crente'' se converte ou não sei o que acontecerá.

3

Dessa vez não irei utilizar nenhum texto bíblico, já que o que escreverei é uma crítica pessoal a alguns acontecimentos no chamado mundo gospel (evangélico, crente, sei lá). Hoje observo que quando há o pré anuncio de algum evento que tenha uma personagem conhecida como protagonista, a praça de eventos fica superlotada: os ''fãs'' ençouquecidos se apertam para pelo menos, enxergar seu ''ídolo''. Choros, gritos, desmaios, gritinhos de ''fulano eu te amo, te adoro, eu não vivo sem você'' são aclamados...o pior é quando a personagem sobe a plataforma e acena, como se de fato fosse uma celebridade...não falo de nenhum artista global, cantor de pagode ou sertanejo, nem político ou outro famoso...isso é o que tem acontecido em alguns arraiais ditos evangélicos. Sim, o povo que durante séculos (após a Reforma) pregou contra a idolatria de imagens, hoje está pior do que praticam esta, pois está se prostituindo com ''bezerros de ouros'' criados pelos habitantes do mundo gospel. Uma mensagem bíblica já não é suficiente...esta precisa ser trazida por ''um pregador ungido, do fogo''...Quando existem enfermos na igreja ou em outro local, a oração de um irmão/irmã simples, sem fama, não é validada (como se fosse o vaso, e não Jesus quem cura). Um louvor entoado por um grupo local de jovens, ou mesmo coristas, solistas, não ''faz sentir a presença de deus" (aspas e deus em minúsculo , pois o nosso Deus está presente onde existe um coração contrito e quebrantado que se humilha e o busca em nome de Jesus)..esse é o mundo gospel...santidade é algo que poucos arriscam pregar...transformação, renúncia, mudança de caráter através da Palavra de Deus estão ficando no passado...precisamos ''voltar ao planeta Terra'', pegar a nave do Evangelho, pois é esta que conduz a Salvação em Cristo Jesus. O mundanismo e modismo hoje imperam no ''mundo gospel'', mas o Evangelho simples, como nossos antepassados viveram e anunciaram, nem mesmo é mencionado no "mundo gospel''. Vejo é muita ''palhaçada'', porém, frutos mesmo, a cada ficam mais extintos. Precisamos mudar. Precisamos voltar ao Evangelho transformados, onde ou o cidadão se arrepende e aceita Jesus Cristo como seu Salvador, vivendo a cada dia a Palavra de Deus, aprendendo a mesma e crescendo em santificação, ou ele vai pro inferno de Bíblia na mão e tudo se não for de fato transformado pelo Espírito Santo. É tempo de pararmos de bancar os palhaços, artistas, showmans. O arrebatamento está próximo, e o povo ''gospel'' a cada dia está mais distante desta idéia. Hoje a onda é conquistar a terra, tomar posse de bens materiais, coisas estas que sabemos que são passageiras, que perecem...verdades espirituais e eternas já não são mais pregadas. Os modelos de pregadores já não são mais Charles Spurgeon, Jonh Wesley, Charles Finney, Gunnar Vingren, Daniel Berg, Gilmar Santos...hoje os pregadores imitam psicólogos, doutores em psicanálise e até atores e cantores mundanos, tanto na aparência como em algumas expressões verbais...me deu revolta quando um dia desses, ao entrar em uma loja abençoada, da qual sou cliente, em busca de material para subsídios em minhas pregações, (buscava um livro de hermenêutica e homilética), deparar com um volume (um livro mesmo) onde o autor ensinava ''técnicas para manter a atenção da platéia durante a pregação''. O cara dizia que neste seu livro (de palhaço para palhaços) que era ''empresário, escritor e pasmem, pastor (pastor ou manipulador?)'', e ensinava a manter a atenção do povo, chamar a atenção, usando ''as mais modernas técnicas de pisicologia de grupos". O cara não se importa com a pregação da Palavra, mas em ''literalmente manipular seus ouvintes''. Sou acadêmico de Enfermagem, e nas cadeiras de minha graduação aprendi psicologia e psiquiatria. Fiquei pasmo com esse livro, pois não é um livro de aconselhamento, mas sim de ''hermenêutica'' segundo o autor. Deste modo, entendo o porque de crentes vazios de Deus em nossos arraiais, entendo o porque da fraqueza espiritual de tantos pais e mães, filhos. A Palavra de Deus e a Obra do Espírito Santo na vida do pregador e de seus ouvintes é algo que em nossos dias, é deixado de lado, já que o mundo gospel visa a quantidade, baseando-se na lei do ''quanto mais palhaços, mais dinheiro para meu bolso''. Povo de Deus, é hora de acordarmos, é hora de voltarmos às nossas raízes Biblicas, onde a oração, a santificação, a meditação, estudo e leitura da Palavra era como que molas mestras de nosso dia a dia.

Recordo com saudosismo dos cristãos verdadeiros que conheci em minha infancia, quando ainda era incrédulo e dominado pelo catolicismo ensinado pelos meus familiares. Os irmãos eram pessoas simples em palavras, atitudes e vestes, mas eram diferentes, viviam o Evangelho, eram tementes ao Senhor Jesus, e anunciavam o Evangelho de modo simples, mas totalmente bíblico e debaixo da orientação do Espírito Santo. As pessoas, mesmo as incrédulas, temiam quando os cristãos (crentes) oravam nos cultos nas congregações...lembro de meus seis, sete anos, quando a congregação que existe aqui perto de minha casa realizava cruzadas evangelísticas, encima de caminhão, sem muita estrutura, mais onde Jesus operava tremendamente, almas ouviam a Palavra e eram salvas (um tempo onde os crentes eram de fato cristãos, e não gospeis). Hoje, vemos tanta infraestrutura tecnológica nos eventos, mais pouquíssimo ou nenhum compromisso com a Palavra de Deus.

Que o Espírito Santo traga um avivamento sobre o povo de Deus, não esse avivamento moderno, mas um avivamento genuino, onde Cristo venha ser o Cabeça da Igreja, e não nenhum modismo ''gospel''.

 Saia desse mundo gospel, e venha para a vida com Cristo Jesus e seu Evangelho.

0

O programa Tempo de Avivamento do Pr Marco Feliciano trouxe a realidade da igreja brasileira: desunida, morna, onde a primazia não é a Palavra e o amor fraternal, mas sim posições eclesiásticas. É tempo de vivermos a unidade, é tempo de deixarmos cair as diferenças (costumes) e vivermos de fato a sã doutrina dos apóstolos. Um tempo de unirmos em uma só fé, e deixarmos o Espírito Santo nos aperfeiçoar. É tempo de clamarmos uns pelos outros, vivendo de fato a mensagem da oração sacerdotal de Jesus descrita no Evangelho segundo S. João 17. É tempo de avivamento! Que Deus abençõe a vida de seu servo, Pr Marco Feliciano e de todos os verdadeiros cristãos, bem como peço ao Espírito Santo para em nome de Jesus, fortalecer seus mensageiros e mensageiras que estão na frente de batalha em nossa nação.

0


FONTE: Blog olhar cristão

TIJOLAÇO DO PASTOR SILAS MALAFAIA
Publicado na página A8 da Folha de São Paulo de hoje - 25.08.2009

"GOVERNO BRASILEIRO FAZ ACORDO COM A IGREJA CATÓLICA
EM DETRIMENTO DE TODO OS OUTROS CREDOS RELIGIOSOS"

"O governo brasileiro enviou à Câmara dos Deputados a mensagem 134/2009 que reconhece o estatuto jurídico da Igreja Católica. Após a mensagem ser apreciada em uma das comissões para a qual foi enfiada, seja aprovada ou não, transforma-se em projeto de decreto legislativo, recebendo o nº. 1736/2009. No plenário da Câmara, a pedido dos líderes partidários, foi aprovada a caráter de apreciação urgente, urgentíssima.

Com muito respeito aos senhores deputados, será que não existem matérias mas relevantes a serem discutidas de maneira urgente em benefício de todo o povo brasileiro? Isto é um absurdo! Na verdade, este acordo beneficia a Igreja Católica na evangelização do povo brasileiro nos diversos segmentos da sociedade, incluindo hospitais, escolas e as forças armadas.

O mais grave é que este acordo contraria o inciso 1º, do artigo 19, da Constituição Brasileira, que diz: "È vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios:
I - Estabelecer cultos religiosos ou igrejas, subvencioná-los, embaraçar-lhes o funcionamento ou manter com eles ou seus representantes relações de dependência ou aliança, ressalvadas na forma da lei, a colaboração de interesse público".

A nossa nação não pode firmar aliança com qualquer credo religioso, ferindo o princípio da laicidade, inclusive com a quebra da isonomia nacional! Aproximadamente 70 milhões de brasileiros, que não são católicos, estão sendo discriminados. Temos a convicção de que a maioria do povo católico não concorda com um absurdo desta grandeza, porque são pessoas democráticas.

Com a aprovação deste acordo ficará a Santa Sé, por meio da CNBB, com plenas condições de fechar vários outros acordos com o governo brasileiro, sem que jamais tenham que passar pelo Congresso Nacional. É um verdadeiro "CHEQUE EM BRANCO" para a Igreja Católica. Isto é uma vergonha.

Senhores deputados, não aprovem este acordo. Fiquem certos de que não mediremos esforços para informar a todos os credos religiosos quem são os deputados que votaram a favor deste acordo discriminatório.

Estendemos o eco da voz deste manifesto ao Senado da República, próxima casa legislativa que terá de apreciar o resultado apurado pela Câmara dos Deputados.

Tenham a absoluta certeza de que não temos memória curta e que vamos pensar muito bem em quem vamos votar nas próximas eleições para Deputado Federal, Senador e Presidente da República."

EM FAVOR DO ESTADO LAICO, DIGA NÃO AO PDC 1736/2009"

Assinado: Associação Vitória em Cristo / CIMEB - Conselho de Pastores do Brasil

0



Na segunda-feira da semana passada, ministrei a Palavra na rádio Lider Fm 92.1, sob o tema "Há uma esperança", utilizando o texto de Lucas 15.11-13. No último domingo,  participei da reunião de ministros e obreiros do Ministério da Assembléia de Deus Ministério em Vassouras/RJ, como Auxiliar de Trabalho, exercendo minha função na congregação da Represa. Embora seja Auxiliar de Trabalho, pela graça de deus tenho ministrado a Palavra desde os 15 anos, tendo ido inclusive em outras cidades e diferentes ministérios, cumprindo a chamada de Deus e sua ordem em minha vida. De pronto, após a reunião de obreiros, foi me dada a santa e singular oportunidade de ministrar a palavra no culto a noite, onde preguei sob o tema "Pecado - o véu que separa Deus e o homem", com a utilização de Gênesis 3.8-10. Deus honrou para a sua glória, e foi bênção pura. Estou terminando o Intensivo Básico em Teologia, da FAETAD . Além disso, fiz a primeira prova do curso de Missiologia do ITENV, e aguardo o resultado da mesma, esperando em Deus.
Estou de fato em um grande propósito com Deus...as profecias e revelações estão se cumprindo...é tempo de viver a palavra, é tempo de dar lugar ao Espírito Santo, deixar que de fato ocorra AVIVAMENTO JÁ, onde a UNÇÃO DO ESPÍRITO SANTO ESTARÁ PRESENTE NA SUA  PLENITUDE!!