1




O Salmo de número 42 reflete algo que ocorre na vida de muitos cristãos, embora boa parte deles não admita : depressão. Meditando neste Salmo antes de meus momentos de oração de madrugada, senti Deus falar comigo através de Sua Palavra e me reanimar. Sim, sou ser humano e também passo por momentos onde me sinto frustrado, incapaz de realizar determinada tarefa e mesmo sinto me não realizado em alguns momentos quando um projeto não dá certo. Na realidade, em algumas circunstâncias, me culpo demais por algo que não dá para realizar sozinho. Em dado momento precisamos entender que nosso sucesso não depende exclusivamente de nosso intelecto e habilidades. Tudo depende de Deus. Quando recebemos algo ou somos promovidos, é Deus galardoando após termos tido um bom empenho em alguma esfera da vida. No entanto, a armadilha da depressão e dificuldade em aceitar o fracasso está ai, após uma grande vitória. Precisamos nos blindar em oração e jejum, e nos municiar da Palavra de Deus após uma conquista, pois os ataques do inimigo vem de modo terrível. Digo por experiência própria. Trabalho com liderança e coordenação de equipes há mais de 6 anos. Tive algumas promoções por onde trabalhei. No inicio, é só festa: comemoramos, vibramos, cantamos o repertório todo dos CDs que temos em casa. no entanto, muitas vezes nos esquecemos de fortalecer nossos músculos espirituais para que estes resistam as pressões futuras que virão referentes aos ataques do inimigo: insatisfação, temor do fracasso, opositores, erros, dificuldades, estresse, desânimo e por fim depressão. O salmista no primeiro versículo estava desejante de Deus assim como a corça ansiosa por águas para matar sua sede após uma longa jornada. Lindo, poético. No entanto, logo a seguir ele fala que chora devido a perseguições por parte de inimigos que, talvez vendo suas dificuldades e nenhuma solução momentânea, questionava sua fé: "Onde está o seu Deus? " O salmista a seguir lembra dos grandes feitos do Senhor Deus no passado, de sua comunhão com o Senhor e de sua eficácia passada no ministério, onde tinha grande felicidade. No quinto versículo, no entanto, vem a problemática: "por que estou tão triste? Por que estou tão aflito?" Continuando sua lamentação, o salmista segue no sexto e sétimo versículos: "O meu coração está profundamente abatido, e por isso penso em Deus." Veja que ocorreu uma sequencia de fatos: ele estava sedento de Deus; após, se sentiu perseguido, abatido...momentaneamente, ele voltou ao passado e lembrou dos feitos de Deus entre seu povo. O salmista se sentiu perseguido, abatido e triste, mesmo tendo sido um dia participantes das alegrias que Deus proporcionou a seu povo. Isto é um auto retrato de muitos de nós cristãos, que, muitas vezes, ficamos empolgados com as vitórias, mas quando vem as dificuldades, perseguições seja em âmbito ministerial, pessoal, profissional e mesmo na família, não conseguimos superá - los porque não nos preparamos para isso. Gastamos muito tempo com outras coisas, eventos, projetos, trabalho, vida social, mas nos esquecemos de que o alimento principal para nossa vida ser sólida na presença de Deus e diante das dificuldades é a oração. Precisamos orar para vencer a depressão. Precisamos sair da inércia e irmos ao combate! Digo isso porque no momento passo por situação semelhante após uma conquista pessoal. Sim, sou realista no que falo. É melhor passar a experiência verídica do que criar estória usando em vão o nome do Senhor. Recebi uma promoção, no entanto, não me preparei a longo prazo para os embates que a vida iria me colocar em frente. E isso refletiu em dificuldades no trabalho, dificuldades no ministério e nos relacionamentos tanto familiar como com os amigos e colegas de trabalho. Graças a Deus tenho lutado em oração para sair da caverna, como Elias saiu. Vivemos num período pós moderno onde a Igreja tem perdido sua identidade, já que nos tornamos um povo "triunfalista e positivista", a praga que veio importada da América do Norte. Com isso, acostumamo nos com as conquistas, no entanto, quando vem as tempestades, ficamos parados, decepcionados, buscando culpados, e, a seguir, ficamos deprimidos. É tempo de repreendermos esse sentimento no seio da igreja e baní - lo de nossas vidas através da oração, jejum e comunhão com Jesus Cristo. Sua alma está abatida? Ouça um hino, leia um versículo, ore ao Senhor. Não deixe que sua vitória se transforme num problema para a sua vida física e espiritual. Combata a depressão com oração! Ministro, líder, pastor, missionário: não desista de seu chamado porque um projeto não deu certo ou porque algo saiu errado. Insista! os inventores mais famosos insistiram em suas idéias...músicos famosos insistiram em achar o melhor ritmo, a melhor melodia até encontrar a sintonia perfeita para a criação de uma linda canção! Não desista, pois Jesus jamais desistiu e nunca desistirá de você! Caso você precise da ajuda de um psicólogo, não hesite! Não é vergonha você buscar ajuda. vergonha é você deixar de ser brilhante simplesmente porque uma nuvem encobriu seu brilho.

Que Deus abençoe a todos nós em nome de Jesus!

1 comentários:

  1. O que voce disse nao esta errado. Mas aa vezes Deus permite as quedas para nos ficamis mais próximos Dele. Tambem acontece da gente não compreender a vontade ou o tempo Dele. Quando uma coisa não der certo agradeça a Deus também, nos somos falhos e não entendemos mas só ele sabe escrever certo por linhas tortas.
    Estou passando por isso também, é muito dificil, mas foi um period de aprendizado tremendo. Amadureci, mudei, acalmei apesar de ainda viver minhas aflições foi algo que tem mw tornado uma pessoa melhor. Se puder me adicionar estou a disposiçao. Bom fim de semana

Muito obrigado por seu comentário. Que Deus possa, em Cristo Jesus, abençoar sua vida.